Coordenador destaca importância do órgão junto à comunidade e informa os serviços oferecidos

  
Por Maria Eduarda Toralles / RADAR 64

 EUNÁPOLIS – A Olga, uma cachorrinha da raça Dashound, brincalhona e dengosa, representa bem o novo trabalho que Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) de Eunápolis vem desenvolvendo no combate a maus-tratos contra animais, com o apoio do IBAMA.

Olga chegou ao CCZ sem andar. Seu dono a levou para ser sacrificada, pois nasceu com problemas neurológicos, mas a equipe do Centro de Zoonoses decidiu tentar salvá-la e hoje ela se tornou a mascote do grupo.

“A adotamos, como pessoas físicas, mas se alguém tiver interesse em adotá-la podemos conversar”, disse o coordenador do CCZ, o médico veterinário Everton Rusciolelli, com um pouco de tristeza no olhar.Além de Olga, outros cachorros de diferentes raças, também estão no centro à disposição para a adoção. Alguns deles foram resgatados das ruas da cidade ou foram apreendidos de lugares onde estavam em situações de maus-tratos. “Recebemos denúncias e vamos averiguar. Há muitos animais que estão sendo mantidos em locais impróprios, sem água e alimentação. Junto com o IBAMA, estamos combatendo isso”, informou o Everton.

Foto: RADAR 64  
Médico veterinário Everton Rusciolelli brinca com a cadelinha Olga

No Centro de Zoonoses, os cães e gatos resgatados recebem os cuidados necessários, são vacinados, castrados e depois são colocados para adoção. “Para adotar um animal, é só nos procurar. É feita uma entrevista e depois é cobrada uma taxa de apenas R$ 20,00, que é revertida no cuidado com os cães e gatos”, disse o veterinário.

Everton explicou que o CCZ é mantido pela prefeitura de Eunápolis, tendo como função o controle de zoonoses e de casos de maus-tratos. “Um dos nossos serviços é a vacinação contra a raiva, que acabamos de fazer uma campanha, mas quem não vacinou no dia da campanha, ainda pode trazer o seu animal aqui no centro que temos a vacina”, destacou Everton.

Foto: Gustavo Moreira / RADAR 64 
Cachorros de diferentes raças, também estão no centro à disposição para a adoção.

OUTUBRO ROSA E NOVEMBRO AZUL – O médico veterinário falou também sobre as campanhas Outubro Rosa e Novembro Azul, que fazem parte das atividades desenvolvidas com o objetivo de realizar a castração de cães e gatos, buscando evitar, desta forma, o desenvolvimento futuro de câncer e de reduzir a incidência de animais pelas ruas da cidade. De acordo com o veterinário, durante as campanhas, serão ofertadas pelo CCZ 50 castrações de fêmeas, no mês de outubro e 50 de machos, em novembro.

SERVIÇO – Para fazer denúncias sobre maus-tratos contra animais ou buscar informações da vacinação contra raiva e a castração de cães e gatos, a comunidade pode entrar em contato pelo telefone (73) 3261-3690.