A conta de luz vai ficar mais cara em outubro.

 

Isso porque a bandeira tarifária vai mudar da amarela, que estava vigente em setembro, para o segundo patamar da vermelha, o mais alto.

 

Isso significa que vão ser cobrados TRÊS REAIS E CINQUENTA CENTAVOS a mais para cada CEM KILOWATS de energia consumidos por hora.

 

Na bandeira amarela, vigente em setembro, eram DOIS REAIS a mais cobrados a cada CEM KILOWATS consumidos

 

Segundo a Agência Nacional de Energia Elétrica,  reservatórios das usinas hidrelétricas alcançaram níveis preocupantes.

 

E por isso, segundo a agência, é preciso reforçar as ações relacionadas ao uso consciente e combate ao desperdício.

 

A bandeira tarifária muda a cada mês de acordo com as condições de produção.