Inclusão da diversidade populacional brasileira no atendimento Sus enriquece congresso

75

Aspectos sociais foram a tônica do terceiro dia do Congresso das Secretarias de Saúde Norte Nordeste, em Porto Seguro. As abordagens em salas temáticas e em mesas redondas abrangeram experiências eficazes do Sus nas duas regiões, bem como a complexidade e desafios inerentes a essas localidades com culturas e dificuldades distintas em comparação a outros lugares do Brasil. Este foi um momento ímpar para compartilhar vivências de sucesso, reivindicações e propostas no âmbito do Sus.

 

Diversidades e integração

A secretária Municipal de Saúde, Edna Alves, dirigiu a principal mesa que apontou as dificuldades do acesso aos serviços pelas populações em situação de vulnerabilidade à luz das redes de atenção à saúde.

Em seu pronunciamento apresentou as peculiaridades da Bahia, que tem distantes povoados rurais, ribeirinhos, quilombolas, população em situação de rua e comunidades ciganas e indígenas, entre outras. “Essa limitações de acesso aos serviços acontecem, muitas vezes, por conta de dificuldades geográficas, financeiras e estruturais, por isso, visamos a integração dos serviços de forma a contemplar também essas esferas sociais”, explica a secretária Edna, encaminhando solicitações para reformulação de serviços com olhar diferenciado para o Norte e Nordeste, levando em conta fatores culturais, epidemiológicos e dificuldades muito diferentes do restante do resto do país.

Contextualizando com a realidade de Porto Seguro, a secretária protocolou reivindicações de novas estruturas de saúde nas comunidades indígenas, que no município são 19 aldeias, sendo apenas cinco polos de equipes. “Queremos ampliação do acesso aos serviços respeitando a cultura indígena em modelo condizente com suas tradições, onde possam se sentirem acolhidos e tenham atendimento adequado.

 

Financiamento e protagonismo

Ao longo do dia, também discutiram sobre manejo e cuidados de feridas crônicas e complexas; autonomia e protagonismo do ente municipal na execução de políticas públicas na área da saúde; importância para o gestor da pesquisa de preços de medicamentos e produtos para a saúde.

O financiamento dos Sus nas regiões Norte e Nordeste a partir da instituição do Sus Legal foi outro importante momento. Em seguida, a assembleia geral extraordinária Consems Bahia e atividades culturais finalizaram a pauta do dia.

 

Estrutura e novidades

Nos pavilhão de exposições, 22 estandes foram montados por entidades governamentais, associações e empresas do ramo farmacêutico, cosmético e produtos alimentícios. Além de apresentação de produtos que representam a cultura de várias localidades do Norte e Nordeste, como artesanato, literatura e comidas típicas.

A galeria de serviços de saúde foi bastante visitada, onde os congressistas puderam conhecer novos equipamentos e produtos, bem como participar de rápidos exames, como aferição de pressão arterial, glicemia e até terapias holísticas.

A estrutura também contou com pronto atendimento em saúde, equipado com ambulância, insumos e equipe multidisciplinar com médicos, enfermeiros e técnicos.

Este slideshow necessita de JavaScript.


Secretaria Municipal de Saúde / Ascom – Prefeitura de Porto Seguro