VOLUME
Carregando música...

Notícias

Carcereiro de delegacia é preso acusado de desviar armas apreendidas pela polícia

Um carcereiro da delegacia de Belmonte foi preso na última sexta-feira (17), acusado de desviar armas do acervo de bens apreendidos pela Polícia Civil. Tanure Cavalcante Teles, de 26 anos, foi detido no município de Itagimirim, onde reside. No momento da prisão, ele portava uma pistola Taurus calibre 380 que havia sido furtada da delegacia. Também foi apreendido um veículo Ford Ka sedan roubado.

Segundo o coordenador da 23ª Coorpin/Eunápolis, delegado Moisés Damasceno, a partir da prisão de Tanure, a polícia conseguiu recuperar outras três espingardas e um revólver que haviam sido furtados do acervo de bens apreendidos. As espingardas estavam com um homem em Eunápolis, e o revólver havia sido vendido para um morador de Itamaraju. Ambos também foram presos.

CRIMES – Tanure permanece detido. Além dos crimes de posse de arma de fogo e receptação de veículo roubado, ele vai responder por peculato, devido aos furtos das armas.

Os dois homens que estavam com as espingardas e o revólver vão responder por posse ilegal de arma de fogo, salientou o delegado Damasceno.

INVESTIGAÇÃO – Conforme do delegado Moisés Damasceno, Tanure trabalhava havia cinco meses como carcereiro na delegacia de Belmonte. “Aos finais de semana, durante o horário de trabalho, ele tinha a oportunidade de entrar no cartório usando uma chave micha, abria os armários de ferro, subtraía as armas que lhe interessavam e as vendia”, explicou.

De acordo com o delegado, todas as armas apreendidas pela polícia são apresentadas na delegacia e encaminhados para perícia. Depois, retornam para a unidade policial e, então, têm uma destinação final: ou são destruídas, ou encaminhadas para o fórum, onde são juntadas aos procedimentos a que se referem.

Ao perceber que algumas armas apreendidas estavam sumindo após virem da perícia e antes de terem uma destinação final, a polícia iniciou uma investigação para descobrir o autor dos furtos.

Depois da prisão de Tanure, um levantamento detectou que sete armas haviam sido furtadas da delegacia de Belmonte. Dessas, cinco foram recuperadas até o momento, e duas a polícia ainda está investigando para tentar localizá-las.

Categoria:Destaques