Ex-candidato a vereador é condenado a pagar 8 mil reais para jornalista, após lives ofensivas no Facebook

Ex-candidato a vereador é condenado a pagar 8 mil reais para jornalista, após lives ofensivas no Facebook

Por Redação / VIA41
11/01/2022 - 09:31
 
 
 
 
 
 

Eunápolis - No ano de 2020 o ex candidato a vereador Raimundo Chaves do Nascimento, mais conhecido como Brandli Chaves, proferiu uma série de lives ofensivas e injúrias em face da Jornalista e Radialista Alinne Werneck. 

Após denúncia na Polícia Civil de Eunápolis e processo judicial, o excelentíssimo Juiz Dr° Henrique Cesar de Paiva Laraia, concedeu uma medida liminar onde obrigou Raimundo a excluir de suas redes sociais toda e qualquer ofensa proferida contra a honra da Jornalista, bem como, se o fato se repetisse o réu seria multado em 5 mil reais.

Nesta segunda-feira (10/11) a Juíza Dra Mariana Magalhães, exarou uma sentença condenatória em face de Raimundo Chaves do Nascimento, com indenização a jornalista no valor de R$ 8.000,00.

ABAIXO SEGUE O RELATO DA JORNALISTA:

Primeiramente gostaria de agradecer a Deus, por todo o amparo e força que me concedeu, mesmo quando em mim em um momento de fraqueza, chegou a faltar fé. Agradeço também a minha família, por ter sido meu alicerce e ter me alicerçado a todo instante. A minha mãe Zélia Cabral, que aqui na terra é o meu baluarte, não soltando em momento algum a minha mão e sempre dizendo: "Jeová está contigo, filha". E com certeza, parabenizo a minha advogada, Dra Janaína S Panhossi, que dedicou empenho máximo neste caso, desde o primeiro contato, ao "ultimo" instante, hoje, tenho a honra de não ser apenas sua cliente, mas também a tenho como amiga.

De agosto a outubro de 2020 fui vítima de ataques do mais baixo e tacanho nível, oriundos de uma pessoa que se valeu de um momento político para buscar uma auto promoção tentando afligir a minha honra, bem como a de pessoas próximas a mim. Inúmeras foram os insultos, palavras de desprezo, desonra, calunias, dentre um oceano de publicações ofensivas e sem pudor em me agredir.

Houve quem aplaudisse aquele espetáculo, inclusive opositores políticos, afinal, me fragilizar emocional e psicologicamente era viável naquele momento.

Várias foram as noites que chorei, pensei em cometer suicídio, recorri ao uso de remédios tarja preta para manter-me calma e/ou dormindo.

No entanto, a tempestade foi deixando de existir, e o sol foi aos poucos surgindo e nesta segunda-feira (10/01/22) o tribunal de justiça condena Raimundo Chaves do Nascimento, a uma indenização por danos morais. O valor, não repara o dano sofrido, mas deixa o legado a todos que sofreram e sofrem este tipo de ataque: NÃO SE CALE, não tenha medo. 

INTERNET NÃO É TERRA SEM LEI.

fonte via41

Categoria:Destaques