5º Congresso Norte/ Nordeste de Secretarias Municipais de Saúde finaliza com premiações para equipes de Porto Seguro

124

Tendo se consolidado como um dos maiores e mais importantes eventos da área da gestão pública no âmbito da saúde, Porto Seguro sediou o 5º Congresso de Secretarias Municipais de Saúde do Norte/Nordeste, entre os dias 3 a 6 de maio, no Centro de Convenções. A cerimônia de encerramento aconteceu neste sábado, no auditório Ponte Pascoal. O evento, presidido pela secretária de saúde, Edna Alves, em conjunto com a secretária da pasta da saúde de Eunápolis, Stela de Souza, contou com a presença do representante do Cosems do norte, Charles Souza.

O início da plenária foi realizado com a leitura e aprovação da carta de Porto Seguro, resultado de todas as atividades desenvolvidas durante o congresso. O documento apresentado, produzido pela comissão de relatoria constou as deliberações que nortearão a atuação dos16 COSEMS e das 2.242 secretarias municipais de saúde das regiões norte e nordeste, que juntas representam 36% da população brasileira, 40% dos municípios do país e 64% do território nacional.

A secretária de saúde, Edna Alves, frisou a relevância da realização do congresso em Porto Seguro e agradeceu a todas as instituições e equipes envolvidas na organização. “Agradeço a todos os 16 estados do norte e nordeste, na pessoa da prefeita Cláudia Oliveira, os conselhos das secretarias municipais de saúde, à minha equipe multidisciplinar de profissionais da secretara de saúde, deixando um forte sentimento de gratidão. Nesses quatro dias, Porto Seguro configurou-se a capital da saúde no Brasil. Esse evento tem como relevância a integração de todas as representações da saúde nas três esferas, de forma tripartite, tendo o objetivo de aprofundar o diálogo sobre os principais desafios enfrentados na gestão administrativa do SUS, produzindo reflexões e trocas de experiências entre gestores que atuam na saúde, fomentando contribuições para a construção do SUS no Brasil”, declara.

 

Premiação das experiências exitosas

Para o fechamento do evento, foram apresentados 9 trabalhos premiados por eixo temático das regiões norte e nordeste. Porto Seguro recebeu 3 importantes premiações, que enalteceram os profissionais que atuam na rede de atenção básica. Entre as experiências de sucesso, destaque para “Favorecimento da Ouvidoria municipal enquanto instrumento de gestão e de controle social de participação popular”, desenvolvido por Luciano Reis. “A reinserção social dos usuários do Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas no município de Porto Seguro: um desafio possível”, autoria de Nathielly Andrade Medeiros. “NASF: Potencialidades na ampliação do acesso e da integralidade em saúde através da utilização do projeto terapêutico singular”, idealizado por Rita de Cássia Santana.

O município também foi selecionado para inserção de 2 publicações científicas com o trabalho de Susley Schmidt, intitulado “Trabalhando a consciência corporal: envelhecimento com saúde e qualidade de vida”.   Nathielly Andrade Medeiros, “abordando a reinserção social dos usuários do CAPS”.

Para a prefeita de Porto Seguro, Cláudia Oliveira, “foram trocas de experiências muito produtivas entre os congressistas e o resultado desses conhecimentos se refletirão no atendimento à população. É um orgulho que a nossa cidade possa receber um evento dessa grandeza, com representatividade de todos os estados no Norte e Nordeste, o que prova mais uma vez o nosso viés também para o turismo de eventos. Somos gratos a todos os participantes e realizadores do Congresso. Sejam sempre muito bem-vindos”, afirmou ao avaliar o balanço do Congresso.

Congresso em números 

Durante os quatros dias de programação, mais de 1000 congressistas, de 2.243 municípios, dos 16 estados das 2 regiões, participaram  de atividades abordando discussões sobre  Programa Mais Médicos, SUS Legal, Desafios para a gestão municipal do SUS no norte e nordeste brasileiro mediante o atual cenário político, econômico jurídico, novas formas de financiamento do SUS com flexibilidade e modificação do formato técnico, entre outros.

Para o fiscal de zoonoses, Francisco Vieira, de Tocantins “O congresso é momento muito privilegiado, de troca de experiência e aprendizado, mas, principalmente, de olhar para a realidade que o Norte e o Nordeste possui, entendendo as especificidades de cada lugar, tendo a visão mais ampla. Foi uma oportunidade para despertar os gestores públicos, para que haja sensibilização das múltiplas demandas sociais na saúde”, diz.

Este slideshow necessita de JavaScript.


Secretaria Municipal de Saúde / Ascom – Prefeitura de Porto Seguro