DPT já faz exame definitivo de drogas e novos peritos chegam a Porto Seguro e Teixeira de Freitas

314

A Sede da coordenadoria regional do Departamento de Polícia Técnica em Teixeira de Freitas acaba de ganhar um laboratório para exames definitivos de drogas e um mesmo laboratório foi também implantando na coordenadoria regional do DPT na cidade de Porto Seguro, sediado na nova estrutura da unidade, no DISEP – Distrito Integrado de Segurança Pública de Porto Seguro.

A informação é do diretor da Macrocoordenadoria Regional Mata Sul da Polícia Técnica no Sul da Bahia, com sede em Itabuna, perito criminal Manuel Gómez Garrido, que confirma que todas as sedes regionais da Polícia Técnica em Itabuna, Ilhéus, Valença, Porto Seguro e Teixeira de Freitas passaram a ter um laboratório de exames definitivos de drogas.

O diretor Manuel Garrido lembra que a falta de um laboratório para exames definitivos de drogas causava muitos transtornos no judiciário, porque o material colhido era enviado para ser examinado em Salvador. E a demora na maioria das vezes para chegada do laudo concludente prejudicava o julgamento dos casos e muitas das vezes, provocava a nulidade do auto de prisão em flagrante delito por ausência de fundamentação da decisão que decretou a prisão preventiva, bem assim a de excesso de prazo.

O diretor Manuel Garrido destaca que em Porto Seguro e em Teixeira de Freitas, por exemplo, era o maior problema e que agora esta dificuldade foi sanada com a implantação do laboratório que é suficiente para estabelecer ou não à materialidade do delito, emitindo o laudo definitivo sobre a constatação da natureza e quantidade da droga. Para a condenação de um flagranteado, faz-se imprescindível o laudo toxicológico definitivo, que comprova a natureza da substância ou do entorpecente apreendido. Não há que se falar em nulidade se constatada a presença nos autos do exame de eficiência realizado na droga apreendida.

“Como parte do projeto de descentralização e interiorização do Laboratório de Polícia Técnica, o DPT passou a realizar exames definitivos em drogas, utilizando a técnica da cromatografia em camada delgada, em todas as nossas sedes, em Itabuna, Ilhéus, Valença, Porto Seguro e Teixeira de Freitas. A meta do nosso diretor geral, Dr. Élson Jefferson sempre foi alcançar todo o interior da Bahia, facilitando o trabalho da apreensão local. Para a grande regional Mata Sul é mais do que um avanço significativo, este investimento na interiorização faz com que a realização do trabalho seja mais rápida trazendo mais segurança para toda população”, enfatizou o diretor regional Manuel Garrido.

Novos Peritos:

Com a formação dos novos peritos criminais, médicos legais e técnicos após aprovação em concurso público no Estado da Bahia, todas as cidades sedes de coordenadorias do Departamento de Polícia Técnica ganharam novos profissionais nos seus quadros de efetivos.

De acordo com o perito criminal Manuel Garrido, diretor da Macrocoordenadoria Mata Sul da Polícia Técnica, além do seu quadro administrativo, as regionais passaram pela primeira vez na história a ter seus quadros preenchidos para os plantões. Na Macrocoordenadoria Mata Sul da Polícia Técnica, o quadro de peritos está composto:

Itabuna: 6 peritos criminais, 4 médicos legistas e 5 peritos técnicos.

Ilhéus: 7 peritos criminais, 4 médicos legistas e 5 peritos técnicos.

Valença: 6 peritos criminais, 5 médicos legistas e 6 peritos técnicos.

Porto Seguro: 5 peritos criminais, 4 médicos legistas e 4 peritos técnicos.

Eunápolis (SVO): 4 médicos legistas.

Teixeira de Freitas: 4 peritos criminais, 5 médicos legistas e 8 peritos técnicos.

Itamaraju (SVO): 2 médicos legistas.

Com a chegada dos novos peritos, a coordenadoria regional do Departamento de Polícia Técnica de Teixeira de Freitas foi a mais beneficiada. Ganhou os peritos criminais Danilo Bastos e Flávio Sampaio. E a unidade já possui os peritos criminais Bruno Melo e Paulo Libório. Sendo que o perito criminal Paulo Roberto Libório Teixeira Viana é há 2 anos o coordenador regional da Polícia Técnica em Teixeira de Freitas com base de atuação nos 13 municípios do baixo extremo sul.

A unidade também ganhou a perita médica-legal Ana Paula. Desde 1996 a unidade só possuía um único perito médico-legal que é Welson Nascimento, que além do Instituto Médico Legal de Teixeira de Freitas, ele também atende o SVO – Serviço de Verificação de Óbitos de Itamaraju, onde também atua o médico legista Ademir Alves Pereira. O IML de Teixeira de Freitas ainda possui outros três médicos legistas, Elisabeth Barbosa, Cesarina Cerqueira e Zaquel Franco.

O Departamento de Polícia Técnica de Teixeira de Freitas também ganhou dois novos peritos técnicos: Danilo Matos e Lucas Saraiva. A Unidade ainda possui outros 6 peritos técnicos: Pedro Paulo, Everton dos Anjos, Sandro de Abreu, Eder Ramos e Pablo Bonjardim. Além de Alexson Magalhães que é o atual diretor do Instituto Pedro Melo, sediado no SAC.

Segundo o diretor da Macrocoordenadoria Mata Sul da Polícia Técnica, perito criminal Manuel Garrido, a chegada dos novos peritos para o interior é parte do projeto de interiorização da Polícia Técnica. Com a chegada dos novos peritos o órgão está descentralizando algumas das demandas que se buscava na capital. E que estes novos peritos reforçaram as equipes dos laboratórios recém instalados para análise de drogas nas Coordenadorias Regionais.

“Trata-se de mais uma demonstração do Governo do Estado para melhorar a segurança pública na Bahia. Os novos profissionais ampliarão os serviços prestados pelo Departamento de Polícia Técnica, dentre eles a elucidação de crimes, a confecção de provas para robustecer os inquéritos e, consequentemente, garantir uma devida promoção da justiça. Desejo muito sucesso aos novos companheiros que muito vão se orgulhar de fazer parte de uma instituição cientifica que é referência na América Latina pela formação e expertise dos seus servidores e pelos modernos equipamentos que utilizam”, festejou o macrocoordenador Manuel Garrido.


Fonte/Reprodução: Teixeira News