Cabrália intensifica combate ao mosquito Aedes Aegypti de olho na febre amarela

160

A secretária municipal de Saúde de Santa Cruz Cabrália, Márcia Quaresma, participou na última quarta-feira (18), de reunião no Núcleo Regional de Saúde, em Teixeira de Freitas, com representantes da Sesab e das secretarias de saúde dos municípios da região para discutir medidas de enfrentamento à febre amarela, que embora ainda não tenha nenhum registro em humanos na Bahia, vem vitimando a população da zona rural do norte de Minas Gerais, que faz divisa com nosso estado.

O encontro discutiu estratégias e ações para enfrentamento da febre amarela na Bahia. Na reunião, a diretora de Vigilância Epidemiológica da Sesab, Maria Aparecida Araújo, apresentou um panorama da doença no país e informou que o secretário estadual de Saúde, Fábio Vilas Boas, solicitou do governo federal um reforço das doses de vacina contra a doença no estado.

Mas a secretária Márcia Quaresma esclarece que não há nenhum caso da doença registrado no município, nem silvestre nem urbana. “A vacina contra a febre amarela está disponível nas unidades de saúde de Cabrália e faz parte do calendário de vacinação de rotina, sendo  aplicada na atualização do cartão de vacina. Serão vacinadas crianças e adultos, que ainda não foram imunizados ou quem foi vacinado apenas uma vez na vida e há mais de 10 anos”, esclareceu a secretária.

Aedes Aegypti – A Secretaria de Saúde de Cabrália está intensificando o combate ao mosquito aedes aegypti, potencial transmissor da febre amarela urbana. Como o município recebe muitos turistas, muitos deles vindos de Minas Gerais, a preocupação maior é com o controle do mosquito na cidade e distritos com praias.

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e pessoas em pé


Fonte/reprodução: Bahia 40 Graus