Na tarde desta segunda-feira, 16 de janeiro, policiais militares do PETO e da RONDESP foram atender a uma denúncia anônima, que chegou via COPOM, a qual informava que dois suspeitos vendiam drogas no Bairro Caminho do Mar. As guarnições montaram cerco, mas, mesmo assim os dois suspeitos tentaram fugir, entrando em um “brejo”. Porém, um deles não conseguiu completar a fuga e foi alcançado e apreendido.

Trata-se de um adolescente de 16 anos de idade, que reside no Bairro Caminho do Bar. O adolescente, após ser apreendido, foi questionado acerca da venda de entorpecentes, e acompanhou os militares até o local onde estava as drogas. Durante buscas, os militares encontraram 30 pedras de “crack”, já embaladas e prontas para comercialização, além de 01 espingarda de fabricação caseira. O adolescente foi apreendido e conduzido à sede da DTE/DRACO.

O caso foi registrado e apresentado ao delegado Marco Antônio Neves. Em entrevista à nossa reportagem, o adolescente disse que a droga era dele, e que venderia cada pedra por R$ 10,00 (dez reais). Questionado se já tinha amigo ou familiar vítima do mundo das drogas, e se pensava em sair da vida do crime, o adolescente disse: “Meu primo já foi morto, e não pretendo sair não”.

O delegado ouviu os militares e solicitou a presença dos responsáveis pelo adolescente, que será ouvido e deverá ser autuado por crime análogo ao tráfico de drogas e posse ilegal de arma de fogo. O mesmo será apresentado ao Ministério Público para as medidas cabíveis.


Fonte/Reprodução: Liberdadenews