UTI de maternidade de Salvador está fechada após infecção de bactéria

O setor de Unidade de Terapia Intensiva da Maternidade de Referência José Maria de Magalhães Netto está fechado há uma semana

225

O setor de Unidade de Terapia Intensiva da Maternidade de Referência José Maria de Magalhães Netto, está fechado há uma semana para desinfecção, após a contaminação pela bactéria Serratia Marcescens,um microrganismo muito resistente e  comum em hospitais.

A  maternidade teve um surto desta bactéria  entre novembro e dezembro do ano passado. O Ministério Público da Bahia já tinha sinalizado para a comunidade médica sobre esta infecção e estava preocupado sobre o surto na maternidade. Seis crianças  morreram no ano passado. Isso é um assunto que tem que ser investigado. Bactérias existem em qualquer lugar e em qualquer hospital. Quando se perde o controle, ela causa danos sérios“, disse o presidente do Sindicato dos Médicos da Bahia (Sindmed),  Francisco Magalhães.

Em nota enviada à imprensa, a Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab) informa que “a unidade de terapia intensiva neonatal da Maternidade de Referência precisou ter seus atendimentos suspensos temporariamente para desinfecção. O atendimento aos pacientes não foi prejudicado, uma vez que uma outra ala da maternidade foi dotada dos equipamentos necessários para os bebês que necessitam de terapia intensiva”.

A Secretaria  ainda informa  que todos os procedimentos técnicos de isolamento, investigação e controle epidemiológico necessários estão sendo feitos para que nenhum problema venha a atrapalhar o atendimento.  O órgão  está investigando se a causa das mortes das crianças está relacionada diretamente com o micróbio resistente.


Felipe Freitas/Redação Ativa FM