O ano de 2017 começa com a bandeira tarifária verde para os consumidores de energia elétrica de todo o país. Isso significa que não haverá cobranças extras na conta de luz. O anúncio foi feito pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

A taxa extra da bandeira tarifária é cobrada na conta de luz à medida que for necessário acionar mais usinas termelétricas, que tem maior custo de energia.

A bandeira verde significa custos baixos na geração da energia, portanto, a tarifa não sofrerá nenhum acréscimo.  A bandeira amarela indica atenção, pois os custos de geração estão aumentando – um acréscimo de R$ 1,50 para cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos. Já a bandeira vermelha mostra que o custo da geração está com o maior acionamento de termelétricas e haverá um adicional a ser cobrado de R$ 3 a cada 100 kWh.

O sistema de bandeiras tarifárias, que permite o repasse mensal para a conta de luz dos custos extras com a geração de energia térmica, oferece mais informações para que o consumidor possa usar a energia sem desperdício, mas também impede que se faça uma previsão de gastos com o serviço, já que o custo será variável durante o ano.

Vale umas dicas para economizar energia: reduzir o tempo do banho no chuveiro elétrico, diminuir ao máximo o tempo de uso do aparelho de ar condicionado, utilizar lâmpadas de LED e juntar roupas para passar de uma só vez.


Redação Ativa FM/Com Informações EBC