Prefeitura municipal Porto Seguro recebe prêmio nacional do Mistério de Desenvolvimento Social

170

Na sua terceira edição, o Prêmio Rosani Cunha de Desenvolvimento Social homenageia os 15 anos do cadastro único para programas sociais do governo federal, ferramenta que facilita a inclusão das famílias de baixa renda em diversos programas sociais. O município de Porto Seguro concorreu com mais de 300 municípios participantes, obteve êxito em todas as etapas do processo de seleção. A comissão julgadora, constituída pelos secretários adjuntos das secretarias do MDSA, pelo presidente do CNAS e pela presidente do FONSEAS, do CONGEMAS, selecionou por unanimidade a CASA DO TRABALHADOR E O QUALIFICA PORTO  como a prática mais inovadora em sua categoria: uso do cadastro único para desenvolvimento de políticas públicas.

Foto: Prefeita Cláudia recebe prêmio nacional

A prática de porto seguro foi elogiada por ser o primeiro serviço e programa que busca a autonomia dos benefícios sociais por meio da inserção dos usuários ao mundo trabalho. A partir de 2017, a Estratégia Nacional de Inclusão Social e Produtiva priorizará a construção de ações para inclusão social e produtiva para os públicos do CADUnico,  e a Casa do trabalhador,  se tornou uma experiência exitosa de modo que os técnicos do MDSA querem visitar Porto Seguro em breve para replicarem o projeto em  outros municípios.

Segundo a Prefeita Cláudia Oliveira, “em janeiro de 2017 , o município irá ampliar os serviços e programas da Casa do trabalhador para Arraial d’Ajuda, Trancoso e Vera Cruz , além disso estamos criando a minuta que tornará a Casa do Trabalhador e o programa Qualifica Porto como Lei Municipal. Estamos felizes por sermos o vencedor e pela unanimidade de um projeto que já atendeu mais de 8 mil usuários em uma ano, qualificamos mais 400 alunos e empregando mais de 2 mil pessoas”, disse ao registrar que o órgão prioriza a política pública de emprego e renda focado no trabalho decente.


Ascom – Prefeitura de Porto Seguro