Medeiros Neto: Polícia Civil conduz principal suspeito do tiro que matou garoto de 13 anos, ele é ouvido e liberado

251

A Polícia Civil de Medeiros Neto, através de denúncia anônima, conseguiu chegar ao principal suspeito do disparo que matou um adolescente, na manhã de hoje (14), na rua Itália, no bairro Uldurico. Trata-se do menor C.J.S. de 16 anos, morador do mesmo bairro. Ele que é suspeito de envolvimento com tráfico de drogas, também já foi visto armado pelas ruas do bairro, por diversas vezes, segundo testemunhas de lá.

Ele que é suspeito de envolvimento com tráfico de drogas, também já foi visto armado pelas ruas do bairro, por diversas vezes, segundo testemunhas de la. Assim que tomou conhecimento sobre este suspeito, a Polícia Civil com o apoio da Polícia Militar dirigiu-se até a casa do menor e o recolheu de imediato até a delegacia onde foi ouvido.

Como negou ter efetuado os disparos, o menor então foi conduzido até Departamento de Polícia Técnica de Teixeira de Freitas, para que então fosse feito o exame residuográfico. Este exame é aquele que constata se há resíduos de pólvora nas mãos do investigado. O exame ficará pronto daqui a 15 dias. Como não havia nenhuma testemunha no momento, o delegado liberou o menor e o mesmo retornará a delegacia na próxima segunda-feira para ser ouvido novamente.

 Caso o resultado do exame residuográfico seja positivo, o Delegado Jorge Nascimento, irá representar pelo recolhimento do menor, para a casa de Custódia de Menores Infratores, que fica em Itabuna.

 

 Em menos de quatro anos, este já é o quinto homicídio acontecido somente na Rua Itália, no bairro Uldurico. Os moradores encontram-se aterrorizados com o imenso crescimento assustador da violência no bairro Uldurico Pinto e com a grande quantidade de pessoas andando armadas e traficando em plena luz do dia. O ano de 2016 vai despedindo-se, deixando uma marca horrível de mortes de inocentes naquele bairro, que tiveram suas vidas por conta de criminosos das mais variadas idades, presentes naquele local. Muitos moradores conversaram com nossa reportagem em off, e pediram que a imprensa cobrasse maior policiamento naquela localidade, haja vista que existem inclusive na Rua Itália, jovens desconhecidos, oriundos de outras cidades, e que inclusive também tem a fama de ostentar armas e efetuar disparos em plena luz do dia.


Fonte/Reprodução: Medeiros Dia a Dia