Câmara Municipal realiza primeira sessão após a desocupação dos estudantes

259

A Câmara Municipal de Porto Seguro realizou na manhã desta terça-feira (22/11), a primeira sessão ordinária após os estudantes desocuparem o estabelecimento. Foram 23 dias de ocupação –, do dia 27 de outubro a 18 de novembro em protesto contra a PEC 55, que congela os gastos públicos por 20 anos e a MP 746, que propõe a reforma do ensino médio.

Durante a sessão, os vereadores aprovaram um projetos de lei e vários requerimentos, entre eles, o de autoria da vereadora Lívia Bittencourt (PMDB), que requer do Executivo a realização de convênio com o Ministério da Saúde e a secretaria Estadual de Saúde a realização do tratamento de quimioterapia no hospital Luiz Eduardo Magalhães para os moradores em tratamento do município de Porto Seguro e da Costa do Descobrimento. Também teve a leitura do parecer prévio do Tribunal de Contas dos Municípios do Estado da Bahia, que opina pela rejeição das contas da Prefeitura Municipal de Porto Seguro no exercício financeiro do ano de 2014. Conforme explicou o presidente da CMPS, Elio Brasil (PT), o parecer será notificado à prefeita Cláudia Oliveira (PSD), que terá 15 dias para fazer a sua defesa.

Pequeno expediente

O primeiro vereador a falar no pequeno expediente foi Benedito Pereira Alves (PMDB). Em seu discurso, o vereador falou da situação precária em que Trancoso se encontra em relação as barreiras por conta das chuva, da ponte que ainda está por fazer, bem como a necessidade de se construir um cemitério. “A situação do cemitério em Trancoso está muito precária. As famílias não estão tendo como enterrar seus parentes com dignidade. Em certas situações, é preciso colocar um caixão em cima do outro”, ressaltou. De acordo com Elio Brasil, a cidade inteira está sofrendo com o descaso em relação aos cemitérios. “Precisamos buscar uma solução para essa questão junto ao secretário de obras”, disse.

Quimioterapia

Em seguida, a vereadora Lívia Bittencourt (PMDB) cumprimentou as integrantes da instituição Ciranda da Vida, que apoia pacientes de câncer e se pronunciou sobre o requerimento de sua autoria para implantar a quimioterapia no município de Porto Seguro e na Costa do Descobrimento, como as cidades de Belmonte, Santa Cruz Cabrália e as demais. “Porto Seguro tem total estrutura para oferecer esse serviço. Meu pai teve linfoma e precisou se tratar em Salvador. É muito sofrido. Gostaria de contar com os colegas vereadores para buscar apoio junto ao governador do Estado Rui Costa (PT). Eu luto por essa causa e continuarei lutando”, declarou.

Na sequência, o vereador Valcledes Alves Seara – Corea (PRTB) parabenizou a instituição Ciranda da Vida e a vereadora Lívia pelo trabalho em prol dos pacientes de câncer. Corea também falou sobre uma indicação de sua autoria solicitando cirurgia bariátrica na rede pública municipal de saúde. “Espero que assim como a implantação da quimioterapia, a cirurgia bariátrica também seja colocada em vigor”, disse. O vereador ainda falou sobre o sentimento de deve cumprido. “Encerrarei o meu mandato de cabeça erguida e com a sensação de dever cumprido. Sinto-me um homem vitorioso”, disse.

Projeto aprovado em 2ª votação

Executivo Municipal

– Projeto de Lei Nº 031/2016 – autoriza a cessão de bem imóvel municipal para a empresa de Correio e Telégrafos em Arraia d’Ajuda, mediante termo de cessão de uso e dá outras providências. Quórum: Dois terços de acordo com o art. 143 do RI.


Fonte e Reprodução: ASCOM – www.cmps.ba.gov.br